Loading…

O Centro

Notícias

Festival Política

O Festival Política  regressou ao Centro de Juventude de Braga, do dia 6 ao dia 8 de maio, com atividades presenciais e online, apresentando como tema central as Fronteiras, sejam elas psicológicas, físicas, políticas ou raciais.

O Festival apresentou três dias repletos de atividades culturais, tomando como exemplo os espetáculos, cinema, debates e apresentações de projetos, relacionados com as fronteiras políticas e também com o racismo, o desrespeito pelos direitos humanos, as divisões que promovem a discriminação e a intolerância para com o próximo.

Nesta edição, o Festival Política decidiu trabalhar a acessibilidade e o compromisso com a inclusão. Por isso mesmo, pelo segundo ano consecutivo, o Centro de Juventude de Braga foi escolhido para ser o palco deste festival, graças ao seu espaço acessível e aos seus valores assentes na promoção dos Direitos Humanos, Criatividade, Empreendedorismo, Cidadania, Associativismo Juvenil e educação não formal.

Durante a semana, o Festival Política apresentou, no palco do Centro de Juventude, seis atividades gratuitas. No dia 6 de maio, pelas 18h30, evidenciou uma ante- estreia nacional nomeada para os Óscares 2021, mais concretamente o documentário “Colectiv – Um Caso de Corrupção”. Ainda no mesmo dia, pelas 21h15, o palco do Centro de Juventude recebeu um espetáculo de André Murraças designado por “Fronteiras”, um solo composto por várias histórias de luta e persistência de pessoas que deixaram o seu país em busca de uma vida melhor.

No que diz respeito ao dia 7 de maio, o mesmo iniciou-se pelas 18h30, com a apresentação do projecto “travessia” (Ambigular) e a estreia do documentário “Braga, uma porta aberta?” da produtora de eventos Mooca Fixe. Ainda no mesmo dia, pelas 19h30, foi exibido o espetáculo alegórico sobre o conceito de fronteira, “Não cries esperanças, ismos” e, por fim, pelas 21h, Carlos Pereira subiu ao palco com um espetáculo de humor sobre o quotidiano, as discriminações e os direitos humanos.

Para finalizar o Festival, no dia 8 de maio, pelas 11h, foi exibido um documentário/ reportagem intitulado por “Revolução Cigana”, a história de uma equipa de jovens ciganas de Braga que diariamente desafia e luta contra os estereótipos existentes na sociedade.

Para obter mais informações carregue AQUI.


CENTRO DE JUVENTUDE DE BRAGA

Localizado no centro da cidade, a poucos minutos a pé do centro histórico de Braga, o Centro de Juventude é um espaço polivalente que oferece um alojamento versátil e confortável, adequado a qualquer faixa etária.

SUBSCREBE A NOSSA NEWSLETTER

Contactos

R. de Santa Margarida nº6
4710-306 Braga

(+351) 253 148 682
(+351) 966 754 534

Ver Mapa

Obter Direções